sábado, 14 de abril de 2007

Carlos Teiga


27 Maio 2005
Carlos Teiga
Lançamento do livro
Romanceiro e Oracioneiro
de Tradição Oral
do Sudoeste Alentejano

3 comentários:

Tom N´Kalanga disse...

Alguns aspectos do "trabalho de campo" do sr. carlos teiga são eticamente discutíveis porque manifestaram arrogência face a pelo menos um informante e pseudocrítica quanto a um trabalho publicado sobre Manuel José Santinhos. A pouca cortesia que deixou na esteira da sua passagem ainda hoje paira e gera desconforto nasua evocação. Seria talvez eticamente mais correcto dirigir as suas "críticas" ao autor/es que nem sequer contactou. Para o trabalho de investigação, se de tal se tratou, ficou na ante-câmara da ética e aí vai permanecer. Quanto à "crítica" faz quem sabe e não quem julga saber fazê-la.

Carlos Teiga disse...

Lamenta-se a ocultação do nome verdadeiro que julgo estar sob a expressão "tom n'kalanga". Não me parece ser eticamente aceitável criticar sem dar a face.O texto em causa faz alusão a atitudes minhas de arrogância perante pelo menos um informante.Mas que informante?Por outro lado parece haver uma mistura de dois trabalhos meus, numa mesma sanha de cobardemente me pôr em causa.Que criticas é que eu fiz a autor/es(quem)sobre quê???Quanto á minha capacidade critica remeto-o para o meu blog "www.carlos_teiga.blogs.sapo.pt" a fim de se certificar do que outros críticos referem.E sobre a minha capacidade de investigação no domínio da etnografia as referências que os maiores investigadores nessa área me fazem (remeto-o para o blog acima sitado)falam por mim.

José António disse...

Tenho a honra e o prazer de conhecer o Dr Carlos Teiga há muitos anos e sempre apreciei a sua integridade intelectual. Também conheço a sua obra, quer no domínio da língua portuguesa, no duplo sentido de domínio, quer nos seus trabalhos no difícil campo da etnografia de salvaguarda linguística.
As suas obras ficam porque valem muito, as polémicas passam, como sempre.
Nifrário Pires